Reforma do Aeroporto do Vale do Aço começa após período chuvoso

Reforma do Aeroporto do Vale do Aço começa após período chuvoso

O início da reforma definitiva do Aeroporto Regional do Vale do Aço, localizado em Santana do Paraíso, está prevista para começar após o período chuvoso, provavelmente em março de 2020. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado de Infraestrutura de Minas Gerais (Seinfra), Marco Antônio Barcelos, em uma reunião nesta quinta-feira (22), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

O encontro reuniu a deputada estadual Rosângela Reis, o deputado federal Hercílio Coelho Diniz, além dos prefeitos de Timóteo, Douglas Willkys, e de Coronel Fabriciano, Marcos Vinicíus Bizzaro, e empresários da região.

O objetivo do encontro foi apresentar um cronograma da reforma, que será realizado em parceria com o governo federal para a recuperação definitiva da pista, com recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), no valor de R$12,5 milhões.

Segundo Marco Aurélio Barcelos e a subsecretária da Seinfra, Mônica Salles Lanna, o governo estadual está na fase final de elaboração do edital de licitação, que será lançado em breve. A previsão de duração das obras é entre seis a oito meses.


O encontro reuniu a deputada estadual Rosângela Reis, o deputado federal Hercílio Coelho Diniz, além dos prefeitos de Timóteo, Douglas Willkys, e de Coronel Fabriciano, Marcos Vinícius Bizzaro, e empresários da região.

Ainda não se sabe se será necessário a interdição total dos voos durante a reforma, mas a proposta é que as obras ocorram em fases, dividindo a pista em duas partes, para permitir pelo menos os voos executivos.

A deputada Rosângela Reis agradeceu ao esforço feito pelo secretário da Seinfra e ressaltou a parceria com o governo do Estado nos projetos votados na Assembleia de Minas.

“Quero te agradecer pelo empenho, que tem nos dado essa direção para que possamos trabalhar o desenvolvimento do Vale do Aço”.

Rosângela Reis

Iniciativa privada no Aeroporto do Vale do Aço

Outro objetivo do Governo do Estado é incluir o Aeroporto Regional de Ipatinga no próximo lote de concessão do Governo Federal. A pista em Santana do Paraíso seria assumido pela iniciativa privada, integrando uma lista de aeroportos, sustentado pelo Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

O secretário Marco Aurélio afirmou que o esforço é para dar preferência aos aeroportos de Confins e de Ipatinga, além de redefinir o modelo de uso do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte.

Além, disso, dentro de aproximadamente um mês, a Secretaria de Estado de Infraestrutura também lançará uma consulta pública sobre os hangares no Aeroporto Regional. A ideia é coletar contribuições para o modelo ideal para a construção e uso dos hangares. O objetivo é licitar a concessão com o direito de uso dos espaços para empresários, que poderão construir e operar as estruturas por um determinando período de tempo.

Saiba o que Rosângela Reis fez pelo Aeroporto Regional do Vale do Aço

LMG-760 na pauta

Além do Aeroporto do Vale do Aço, a LMG-760 também foi discutida na reunião. Segundo o secretário Barcelos, houve uma tentativa de retomar a obra com recursos da Renova, instituição criada pela Samarco para tratar dos danos causados pela Tragédia de Mariana.

O objetivo agora é retomar a pressão sobre a Renova, para que os aportes sejam feitos na região dos Vales do Aço e do Rio Doce.