Início / Notícias / Rosângela Reis cobra recuperação de asfalto em pontos críticos do Vale do Aço
Rosângela Reis cobra recuperação de asfalto em pontos críticos do Vale do Aço

Rosângela Reis cobra recuperação de asfalto em pontos críticos do Vale do Aço

A deputada estadual Rosângela Reis cobrou do Governo de Minas a recuperação do asfalto e a pavimentação em diversos trechos considerados críticos do Vale do Aço. O pedido foi entregue em uma reunião, na tarde desta quinta-feira (04) ao secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade do Governo do Estado, Fernando Marcato, que também é o diretor-Geral Interino do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DEER/MG).

O encontro foi realizado na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, junto com uma comitiva de deputados do bloco Sou Minas Gerais. O motivo da reunião foi justamente ouvir os parlamentares sobre quais são os trechos que devem ser priorizados pelo Estado para fazer as obras de infraestrutura.

Rosângela Reis apresentou ofícios pedindo a recuperação de asfalto nos seguintes trechos:

  • da MG-232 que liga a Comunidade de Ponte Santo Antônio, no município de Joanésia, ao município de Dores de Guanhães;
  • da Rodovia MCG-232, que liga o Município de Braúnas ao Município de Ipatinga;
  • da MG-900, que dá acesso à entrada ao município de Ipaba/MG à BR-458;
  • da AMG-4005 que liga a BR 381 à cidade de Antônio Dias;
  • Além da manutenção da histórica Ponte Queimada, travessia existente no Parque Estadual do Rio Doce (Perd) e que liga o distrito de Cava grande, no município de Marliéria, ao município de Pingo D’Água;
  • da pavimentação da estrada de Revés do Belém a Vargem Alegre;
  • da pavimentação da estrada de Tarumirim a Itanhomi.

A deputada estadual afirmou que passou recentemente em todas as vias e constatou a necessidade de recuperação imediata das vias.

“A condição do asfalto é determinante para o desenvolvimento dos municípios. Uma estrada pavimentada e em boas condições atrai empresas, enquanto as esburacadas só causam prejuízos e também acidentes. Há outros pontos que também precisam de atenção, mas esses indicados são os prioritários”.

Rosângela Reis

O secretário aceitou os pedidos e afirmou que vai analisar a possibilidade de atendimento dos trechos indicados o quanto antes.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios *

*

Ir para o topo