fbpx
Início / Notícias / Restauração da Ponte Velha deve ser entregue em 20 de janeiro
Restauração da Ponte Velha deve ser entregue em 20 de janeiro

Restauração da Ponte Velha deve ser entregue em 20 de janeiro

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) deverá entregar, na próxima segunda-feira (20), a restauração da chamada Ponte Velha, sobre o rio Piracicaba, entre Coronel Fabriciano e Timóteo. A obra será entregue pouco mais de um ano após a assinatura da ordem de serviço, em novembro de 2018.

A deputada estadual Rosângela Reis (Podemos), que integrou a mobilização regional pelas obras na Ponte Velha, comemorou a notícia e falou que a restauração é cobrada desde 2013.

“A ponte interditada dificultava a circulação de pessoas, de mercadorias e produtos transportadas. Nossa interferência foi fundamental junto ao DNIT. Acompanhamos passo a passo, procuramos o órgão várias vezes, cobramos, para termos esse sonho realizado”.

Rosângela Reis – Deputada estadual

Rosângela também agradeceu a atuação do ex-superintendente do DNIT, Fabiano Cunha, que assinou a ordem de serviço em 2018, assim como a do atual superintendente Sérgio Garcia. “Várias vezes que estive no DNIT, eles nunca se furtaram em nos receber, de prestar informações, de participar de audiências. Quero parabenizar pela competência”, disse a deputada estadual.

Com a restauração da Ponte Velha a expectativa é de melhoria no fluxo do trânsito na região, além de aumentar a segurança na travessia. Diversos acidentes já foram registrados no local, inclusive com mortes.

A restauração da Ponte Velha

A empresa responsável pela obra foi a Vereda Engenharia Ltda., vencedora do processo licitatório. O valor da restauração foi de R$ 9,8 milhões. A reforma incluiu reforço estrutural da fundação, pilares e vigas e modificação na geometria da ponte com inclusão de passeio na lateral direita. A estrutura passa a suportar carretas e caminhões de qualquer porte, com durabilidade da obra até 40 anos.

Apesar das reivindicações, o acesso direto para a BR-381, por meio de alças, não foi incluído no projeto pois prolongariam ainda mais os prazos e encarecia a obra. As alças serão contempladas em outro processo licitatório, ainda sem data de previsão.

Confira toda a história da luta pela reforma da Ponte Velha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios *

*

Ir para o topo