fbpx
Início / Notícias / Rede de associações apresenta seu trabalho à deputada

Rede de associações apresenta seu trabalho à deputada

Depois ver transformado em lei seu projeto que cria a política do voluntariado transformador no estado (Lei 18.716), a deputada Rosângela Reis busca agora contribuir para o fortalecimento das redes de associações voltadas para os idosos. Como coordenadora do Núcleo do Idoso da Frente Parlamentar em Defesa da Família, recebeu esta manhã (dia 23) em seu gabinete representantes da Rede Iberoamericana de Associações de Idosos do Brasil (Riaam Brasil).

A Riaam é uma organização com sede em Madri, criada em 1996, e que ganhou em 2001 representação no Brasil, onde ainda busca se consolidar, e construir, junto com o poder público, políticas continuadas que atendam essa população. “Esse protagonismo é importante porque as políticas públicas tornam-se independentes de quem está no poder”, salienta a deputada, que prometeu apoiar diversos trabalhos e lutas da organização, como divulgar questões de interesse dos idosos e aposentados, contribuir para sua participação nos processos de aprovação de orçamentos e estimular a criação de conselhos municipais de idosos no estado.

 

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Um dos primeiros passos, segundo a deputada, que preside a Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social, será solicitar uma audiência pública para discutir as principais demandas dessa população e o trabalho da Riaam Brasil. “Além disso, sugerimos que a organização troque experiências com a Rede Mineira de Voluntariado Transformador, que será fortalecida com as políticas públicas garantidas pela Lei 18.716”, destacou.

A presidente da Riaam Brasil, Maria Machado Cota, lembra que o Brasil não pode mais ser considerado um país de jovens. “E a previsão é que em 15 anos seremos o sexto país mais envelhecido do mundo. É importante que a população seja educada para essa realidade. Defendemos, por exemplo, a inclusão do tema envelhecimento nas disciplinas do ensino fundamental e médio, e o estudo da geriatria e gerontologia nas universidades”, salientou.

 

CPI DA PREVIDÊNCIA

Atualmente, a organização, que desde 2007 abraçou em seu estatuto as questões relativas aos aposentados e pensionistas, lidera uma coleta de assinaturas da população em defesa da realização de uma CPI da Previdência (no Congresso). “O governo sempre fala em rombo da Previdência. Queremos saber exatamente o que provocou esse rombo, para onde foi o dinheiro, e buscar soluções para que os aposentados não fiquem prejudicados. Quem quiser apoiar essa causa (não precisa ser idoso, basta ter mais de 16 anos) pode entrar em contato conosco pelo endereço eletrônico riaam.brasil@gmail.com ou pelo telefone (31) 3272-5070, na parte da tarde”, explica Maria Machado.

Uma das associações que hoje integra a Riaam Brasil, representada na reunião com a deputada pelo diretor Rômulo de Carvalho, é a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAPVR), Rio de Janeiro, que tem 55 mil associados e, segundo Maria Machado, um trabalho que poderia servir de modelo para diversas prefeituras do país, oferecendo até serviços inéditos, como avaliação preventiva de câncer de boca. Quem quiser mais informações pode buscar no site www.aapvr.org.br ,aapvr@aapvr.com.br ou pelo telefax (24) 2102-1909.

 

“O protagonismo dos idosos é importante para que as políticas públicas tornem-se independentes de quem está no poder”  – Deputada Rosângela Reis

 

“A previsão é que em 15 anos seremos o sexto país mais envelhecido do mundo. É importante que a população seja educada para essa realidade” – Maria Machado, presidente da Riaam Brasil

Ir para o topo