Início / Notícias / Obras emergenciais no Aeroporto do Vale do Aço são concluídas
Obras emergenciais no Aeroporto do Vale do Aço são concluídas

Obras emergenciais no Aeroporto do Vale do Aço são concluídas

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) e do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER), entregou, nesta segunda-feira (8/4), as obras no Aeroporto Regional do Vale do Aço. As intervenções foram finalizadas antes do prazo e a Azul Linhas Aéreas já vistoriou a pista de pousos e decolagens para, em breve, voltar a operar voos no local.

A deputada estadual Rosângela Reis, uma das principais lideranças que integraram a mobilização pela obra emergencial comemorou a entrega e afirmou que a luta agora é pela reforma definitiva do local. “O Vale do Aço foi muito impactado pela falta dessa infraestrutura e queremos que os voos sejam retomados o mais breve possível”, afirmou.

Confira neste link toda a luta da deputada Rosângela Reis em prol do aeroporto.

As obras de reparo começaram em 19 de março e a empresa possuía, por contrato, 30 dias corridos para conclusão. No dia 29 de março, foram finalizados os serviços de fresagem de segmentos da pista, com substituição do material de base e reposição da capa asfáltica. Nos pontos mais críticos, foram feitos procedimentos profundos para recompor a base, a sub-base e reforçar a estrutura.

Na sequência, foi feita limpeza para execução dos serviços de sinalização horizontal – tanto na pista quanto na área de estacionamento de aeronaves. Com a finalização das obras, a Azul Linhas Aéreas, empresa que opera no local, planeja antecipar o retorno da operação, anteriormente agendado para o dia 2 de maio.

“As melhorias foram concluídas com êxito, atendendo aos requisitos técnicos. A resolução rápida do problema é uma ótima notícia, já que o aeroporto tem grande importância para o desenvolvimento regional do Vale do Aço”, destaca o subsecretário de Regulação de Transportes da Setop, Diogo Prosdocimi.

No dia 2 de abril, em vistoria no local, com participação de representantes da Setop, da Azul e da SOCICAM, administradora do aeroporto, além de representante da EMPAV – Empreendimentos e Pavimentação Ltda -, executora da obra, foi produzido relatório sobre as condições operacionais da pista, a ser analisado pela Anac para liberação definitiva do aeroporto.

Histórico

Em 15 de fevereiro, a Azul Linhas Aéreas decidiu pela paralisação das atividades no aeroporto, em função das más condições operacionais da pista. Tão logo foi comunicada, a Setop tomou providências imediatas, incluindo visitas técnicas ao local e o diálogo constante com a Azul, o Ministério Público, a administradora do aeroporto e lideranças locais.

Importante ressaltar que essa demanda, por melhorias na pista, vinha sendo feito desde 2016, sem que soluções definitivas tivessem sido apresentadas por governos anteriores. No dia 26 de fevereiro, a secretaria, por meio do DEER, já havia publicado edital para que as empresas interessadas apresentassem proposta, em licitação na modalidade Carta Convite.

Após a realização destas obras emergenciais, o aeroporto contará com outro importante ganho: em mais um esforço empreendido pelo Governo de Minas Gerais, foi feita parceria com o governo federal para a recuperação definitiva da pista, com recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) – no valor de R$12,5 milhões. O anúncio foi feito no dia 20 de fevereiro, pelo governador Romeu Zema, pelo secretário Marco Aurélio Barcelos e pelo ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios *

*

Ir para o topo