fbpx
Início / Notas / Hábitos saudáveis são fundamentais para evitar e controlar o diabetes
Hábitos saudáveis são fundamentais para evitar e controlar o diabetes

Hábitos saudáveis são fundamentais para evitar e controlar o diabetes

Perda de peso, visão borrada, sede excessiva, fadiga, micção frequente e fome recorrente. Este são alguns dos sintomas do diabetes, doença que afeta cerca de 13 milhões de brasileiros. É celebrado, em 14 de novembro, o Dia Nacional de Combate ao Diabetes, e o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), orienta sobre os cuidados para prevenir a doença.

O diabetes é caracterizada pelo excesso de açúcar no sangue e pela incapacidade do organismo de produzir a insulina, hormônio responsável por levar a glicose da corrente sanguínea até as células dos músculos, de gordura e do fígado, onde esse açúcar é utilizado como fonte de energia. Em Minas, mais de 1,3 milhão de pessoas têm a doença.

As formas mais populares da doença são o tipo 1, 2 e Gestacional. O tipo 1 costuma ser diagnosticado na infância e se manifesta quando o organismo deixa de produzir a insulina. São necessárias injeções diárias do hormônio. O tipo 2 compreende a maioria dos casos. Ocorre geralmente em adultos e é caracterizada pela produção insuficiente de insulina pelo pâncreas. Sua ocorrência está ligada ao sedentarismo, má-alimentação, obesidade, estresse e tabagismo. Por fim, a diabetes gestacional é ocasionada pela gravidez. Mulheres com diabetes gestacional têm alto risco de desenvolverem diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.

Tratamento

O Governo de Minas disponibiliza em toda a rede pública e em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), medicamentos hipoglicemiantes orais e insulinas para o tratamento do diabetes mellitus. Para pacientes portadores do diabetes tipo 1, 2 e gestacional, o Estado também disponibiliza tiras reagentes que indicam a quantidade de glicose no sangue. Especificamente para portadores com o tipo 1 e gestacional, são distribuídas três unidades por dia. Para o tipo 2, o paciente tem direito a uma unidade por dia. Além dos medicamentos para tratar a doença, o paciente tem direito ao aparelho de medição da glicose.

O tratamento por meio de medicamento aliado aos hábitos de vida saudáveis possibilita ao diabético melhor qualidade de vida, além de reduzir os sintomas e impedir as complicações relacionadas à doença, como ocorrências de infartos, lesões na retina, insuficiências renais, doenças cerebrovasculares, vasculares periféricas e neuropatias. Todos os medicamentos distribuídos pelo Governo de Minas são preconizados pelo Ministério da Saúde.

Hiperdia Minas

Os centros Hiperdia Minas são unidades de atenção secundária à saúde da população portadora de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Os usuários são atendidos na atenção primária, e por meio das UBS, são encaminhados ao centro para o acompanhamento e tratamento da doença.

No Estado, já foram implantados 15 Centros do Hiperdia Minas. As unidades estão localizadas nos municípios de Brasília de Minas, Diamantina, Itabira, Itabirito, Janaúba, Jequitinhonha, Juiz de fora, Muriaé, Patos de Minas, Patrocínio, Pirapora, Santa Luzia, Santo Antônio do Monte, Teófilo Otoni e Viçosa.

Clique aqui para mais informações sobre o Hiperdia Minas

Ir para o topo