fbpx
Início / Notícias / Fórum de Belo Oriente deve ficar pronto em quatro meses

Fórum de Belo Oriente deve ficar pronto em quatro meses

Uma longa espera de quase 17 anos está chegando ao fim para os moradores de Belo Oriente, no Vale do Rio Doce. Dentro de quatro meses devem estar concluídas as obras do fórum do município, cuja comarca, criada em 1994, até hoje não foi instalada. Nesta segunda-feira (24/5/10), o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), desembargador Sérgio Resende, visitou as obras antes de seguir para Açucena, onde  anunciou o início da construção do fórum local para a primeira semana de junho.

Ao autorizar, no ano passado, a reforma do prédio das Obras Sociais, na praça Nossa Senhora da Piedade, o desembargador sinalizou positivamente para instalação da comarca, uma luta da deputada Rosângela Reis desde 2007, por meio de ofícios, várias visitas aos representantes do TJ e requerimento para audiência pública sobre o assunto. “O desembargador encerra sua gestão à frente do TJ-MG (no início de junho) cumprindo o que prometeu, que foi fortalecer a Justiça em sua primeira instância, principalmente no interior do estado, e está de parabéns por isso. A comarca de Belo Oriente ainda não tem data para ser instalada, mas foi dado um passo importante nesse sentido, e vou continuar lutando para garantir que isso ocorra o mais breve possível”, salientou a deputada.

O fórum está sendo construído na praça principal de Belo Oriente, num imóvel cedido pela prefeitura onde funcionavam oito secretarias municipais. Até agora 30% da obra, orçada inicialmente em R$ 569 mil, já foram concluídos, segundo o prefeito Humberto Lopes de Assis, que lembrou o sofrimento da população local, que tem que se deslocar 24 quilômetros até a comarca mais próxima, Açucena. Mas em breve, isso não vai ser mais preciso, afirmou.

 

AÇUCENA

As obras do fórum de Açucena devem durar 10 meses. Ao custo de R$ 2,39 milhões, ele será instalado num moderno prédio de dois pavimentos e amplo acesso para pessoas portadoras de deficiência física. Atualmente, 62% dos processos em andamento na comarca de Açucena – que atende também as cidades de Naque e Perpétuo Socorro – são de Belo Oriente. Cerca de 350 processos são distribuídos por mês, e os poucos funcionários e o único juiz, que é de Ipatinga, trabalham num casarão antigo com infraestrutura precária.

Depois das duas visitas, o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Sérgio Resende, recebeu o título de cidadão honorário de Açucena. O desembargador pediu à população local paciência, já que um novo juiz só deve chegar à cidade no início de outubro. Ele reconheceu a necessidade de mais magistrados em todo o estado, já que o Judiciário mineiro acumula mais de 4 milhões de processos.

Ir para o topo