fbpx
Início / Notícias / Auxílio Emergencial contra o coronavírus: Saiba tudo!
Auxílio Emergencial contra o coronavírus: Saiba tudo!

Auxílio Emergencial contra o coronavírus: Saiba tudo!

Como reforço de renda para pessoas afetadas pela crise do coronavírus (Covid-19), o governo federal pagará um auxílio emergencial no valor de R$ 600 por três meses. Para quem não for beneficiário do Bolsa Família ou inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), foi lançado pela Caixa Econômica Federal nesta terça-feira (07), o site para o cadastro.

Devem se cadastrar desempregados, autônomos, trabalhadores que forem Microempreendedores Individuais (MEIs), trabalhadores informais sem registro e contribuintes individuais do INSS. Para mães solteiras que sustentam a família será dado o direito a uma cota dupla do auxílio, totalizando R$1.200.

Para ter acesso ao benefício é preciso fazer o cadastro no site e existem três formas de fazer isso: Pelo site, pelo aplicativo ou agência bancária. A deputada estadual Rosângela Reis preparou um passo a passo para você! Confira:

No site

Clique em “Realize sua solicitação” e siga os passos abaixo. Informe os dados pessoais, como nome e CPF, e envie o pedido. O sistema dará início à análise de informações para decidir se há ou não o direito. Confira o passo a passo abaixo para o auxílio emergencial .

Pelo aplicativo de smartphone

Aplicativos gratuitos foram disponibilizados para os smartphones, bastando apenas baixá-los. Mesmo se estiver sem crédito, a Caixa informou que será gratuito baixar o aplicativo, tal como realizar o cadastro por ele.

Se você tem um dispositivo Android, clique aqui para baixar.

Se você tem um dispositivo iOS, clique aqui para baixar.

Com o Aplicativo aberto é necessário informar:

  • Nome completo
  • Data de nascimento
  • Nome da mãe
  • Cidade de residência

Clique em “Não sou um robô”, siga as instruções e depois em “Emitir”

Agência bancária

Quem não tem acesso à internet poderá fazer o cadastro no programa de auxílio emergencial nas agências da Caixa ou nas lotéricas. Lá os funcionários irão te explicar o passo a passo.

Requisitos do auxílio emergencial

Para receber o auxílio emergencial é preciso se enquadrar em alguns requisitos. Disponibilizamos uma lista para que você conferir quais são eles:

  • Ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI);
  • Estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março;
  • Cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020;
  • Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social.

Além disso, todos os beneficiários deverão:

  • Ter mais de 18 anos de idade e CPF ativo;
  • Ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
  • Ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família;
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.
  • Na renda familiar, serão considerados todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência, exceto o dinheiro do Bolsa Família.

O auxílio não será dado a quem recebe benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família.

Prazos do auxílio emergencial

O pagamento do auxílio começará nesta terça-feira (07) para aqueles que a estão nos cadastros do governo. Trabalhadores autônomos ainda não cadastrados, o pagamento será feito até 48 horas depois da conclusão do cadastro no aplicativo.

O valor será depositado em contas poupança digitais e poderá ser transferido para qualquer conta bancária sem custos, aqueles que não tem conta em bancos poderão retirar o benefício em casas lotéricas.

Segundo o governo, o benefício será pago até o fim do calendário, marcado para o dia 29 de maio, num intervalo maior que 50 dias. Quem não conseguiu receber a primeira parcela, pode exemplo, pode receber duas juntas no próximo pagamento e assim até o terceiro. 

A Caixa também disponibilizou o telefone 111 para tirar dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio emergencial. Não será possível se inscrever pelo telefone, apenas tirar dúvidas.

Ir para o topo